20 de ago de 2009

hoje estava eu, bem feliz, fazendo mnhas unhas [cor: vinho reserva - colorama] e pensando na morte da bezerra. na real, não era na morte da bezerra; era em coisas do meu cotidiano e filmes, e qualquer relação que pode não-ter com a minha vida, e chegei à conclusão que a coisa mais improvável de acontecer comigo, que acontece prá caramba em filmes, é um romance. e é sério, não é drama. eu não gosto de dramas, gosto de filmes de guerra e históricos.
tipo, primeiro lugar que nenhum homem vai ser o cara perfeito que eu vou perder a fala quando encontrar. eu me conheço o suficiente prá saber que que 'se comparados ao beatle john, todos são homens-nada (8)'. eu tenho certeza que não vai ser numa situação ridicula que eu cou conhecer o amor da minha vida, que eu não vou me envolver com o cara da amiga (só de conhecidas (6) ), que um 'eu te amo' não dura mais que uma noite, que namorados perfeitos não existem (prá mim), que o cara bonito nunca é inteligente e vice-versa, que ninguém nunca vai me aguentar nem suportar ou qualquer coisa que o valha.


é duro mas é queijo, já diria meu pai.


e não, não tem nada a ver com relacionamentos antigos. tem a ver comigo mesmo. :D

Um comentário: