22 de dez de 2009

tanto para dizer;

mas não sei como escrever nada do que quero. não sei quais palavras uso para descrever os momentos que têm passado, ou aquilo que está por vir. não sei como dizer o que sinto, muito menos o que não sinto. sei que a vida tem se arrastado de um tempo para cá de uma maneira louca, como nunca aconteceu; onde os dias, meses, anos, passam rápido, mas NADA muda, e nem há perspectiva de mudar.

primeiro fato: mudar de escola, para mim, era um troço banal. sempre que podia, eu mudava. 'terei mais amigos' era o meu pensamento de sempre. mas e agora? vou sair daquele manicômio [mas não será por birepetência, não me entendam mal; só descobri que eletricidade, energia e geração da mesma definitivamente NÃO são minha área], perderei aqueles amigos de três anos ou mais, perderei o projeto, perderei - em termos - o TRIO ELETRO, minha paixão. vou sair daquela escola, e não terei mais as lembranças que tanto me perturbam. não precisarei ver aquelas caras que eu tanto detesto. e não terei minha chave e meu cargo do GEM 68.

segundo fato: eu odeio espirito natalino. e é sério. odeio a maneira como todos deveriam ficar felizes por uma data que tornaram cristã. todos reclamam de consumismo exagerado; eu reclamo do cristianismo generalizando a vida do povo. povo ignorante, por sinal.

terceiro fato: eu odeio muito me sentir sozinha. e muitas vezes, me sinto sozinha estando em uma multidão. sinto-me só por não ter ninguém para uma conversa inteligente, ou ninguém que ria das minhas piadas sem graça. só isso.

quarto fato: odeio gente de lua, e é sério. tenho nojo de pessoas que amam em um dia, te odeiam em outro e no outro, ainda, são indiferentes. tenho pavor de gente que não sabe o que quer; que tem medo de outras pessoas; que prefere se isolar do que ser uma pessoa normal.

quinto e ultimo fato: minhas reflexões de fim de ano não foram muito boas. sinto que cada coisa ruim que aconteceu equivaleu por dez boas, e assim a balança fica inclinada pro lado ruim da coisa.

e por ultimo, caros amigos, uma reflexão: é mais comemorável o fim de um ano ou o começo de outro? se algeum sentir vontade de responder, utilize-se dos comentários.

5 comentários:

Ronan disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ronan disse...

Primeiramente: Estar vivo depois de um ano já é comemorável ^^

É só fazer as promessas de início de ano passar de fevereiro, depois passar de março, abril ... até dezembro.

Gostei das cores. Tá mais sóbrio, legáu =D

Abraço

Ruben Baz disse...

Taís, tenha certeza de uma coisa: vc não é a única que se sente assim. Em parte é porque é uma época xarope mesmo. Mas parte tbm é por que nós vivemos num país que não se assume, não se decide. Só o que funciona aqui são os caras de pau, santinhos, corruptos roubando muito mais do que dinheiro. O que na real eles roubam é a nossa vida. Nessa pocilga nada acontece. É tudo um marasmo, uma pasmaceira, como se estivessemos xapados 24 hs 30 dias por mes. Não sei se tem a ver, mas vc carrega no teu nome, Flôres, a força de um nome que é a História do Rio Grande moderno. Sei que vai superar esses tempos e detonar no ano que vem. 2010 vai ser o ano daqueles que nunca se entregam. Podes crer, ano que vem o bixo vai pegar. Quem te fala isso é alguem que nasceu para lutar. Por isso que eu faço o que faço. Força que dá. Abs.

Misses Elf disse...

Primeiramente: Estar vivo depois de um ano já é comemorável ^^ (2)

Ronan disse...

Me chamou atenção no primeiro parágrafo a questão das mudanças. Tudo eventualmente acaba mudando, tanto que a mudança final para nós aqui é a morte. De um jeito ou de outro isso (mudança) vai acontecer. Só que deve se suceder a um período imutado, para que se perceba a diferença. Num período onde isso acontece mais, A mudança pode não se destacar das outras.

Quanto à pergunta, eu sou otimista de carteirinha. Prefiro o ano novo começar que o velho terminar. Pra mais coisas boas terem espaço para acontecerem enquanto eu as comparo com as boas do ano passado, já que as más que não servirem como lição vão para o lixo(Queima de polígrafos >=D)

Abraço. Feliz ano novo, 2010 vai ser DEZ (trocadilho idiota ¬¬)
Mas é isso ae, tudo de bom =D